domingo, 13 de janeiro de 2013

Jardim no inverno

( Foto de CamilaSB )

(Em memória de meu pai - adorado Jardim - que guardo no meu coração)
  
Foram-se as flores do Jardim
e as cores que lhe davam vida
Veio o outono e o vento
varreu as folhas que restavam
e o Jardim ficou nu
Sem beleza
 mergulhou na tristeza
Galopante chegou o inverno
que trouxe com ele a chuva e o frio
e o Jardim entorpeceu na imensidão da noite
atormentado pelas ervas daninhas
 as que ferem como as urtigas e os cardos
O Jardim - enfraquecido - foi por elas tomado
Foram-se as rosas e os cravos
Foram-se as cores garridas
Sem forças
 e abandonado pela natureza 
que já não o cuida e protege
pousa o seu olhar de esperança
 noutras primaveras
Outros jardins 
 a quem a vida - ainda - sorri
porque a dele 
 viverá para sempre
 no coração e na memória
da sua pequena Mimosa-Florida

A: Camila Barroso
2012 
Janeiro é para mim um mês de alegria e dor.
Alegria, porque foi num feliz mês de Janeiro que brotou de mim uma Menina-Flor!
Dor, porque foi num frio mês de Janeiro que partiu o meu adorado progenitor.
Dor, porque neste chuvoso mês de Janeiro a minha Flor-de-amor (mãezinha querida) enfrenta um momento difícil...  Os seus doces olhos verdes não me seguem... O seu sorriso luminoso está adormecido... Ainda assim - acredito num aperto de mão - que não se esqueceu de transmitir amor.
Um abraço e um beijinho - queridos amigos e amigas - bem-hajam pelo vosso carinho :) Desejo-vos a todos um Bom Ano com muita saúde, paz, alegria e amor!
(Continuarei ausente por mais um tempo...) 

19 comentários:

  1. janeiro dos que chegam, dos que continuam e dos que nos parecem deixar

    mas não deixam


    um dia tudo ficará ligado, Camila


    um abraço

    ResponderEliminar
  2. Um Janeiro com um misto de emoções...alegria...muita dor e tristeza; assim é a vida, amiga; para alguns é Janeiro para outros outro qualquer mês; frio...calor...tempestades e bonanças; estações do ano...fases da vida...momentos de cada um de nós. A natureza e a vida se confundem e tu soubeste muito bem representar essa comunhão no teu jardim de Inverno, jardim agora despido pelo rigor do Inverno, mas que ganhará nova vida, novo alento na Primaverá que chegará para regozijo de todos nós. Será um novo começo que trará um novo aconchego aos nossos corações e muita cor ao teu jardim. Espero que a tua mãe melhore, amiga, para que assim os teus dias sejam mais felizes. Entendo a tua tristeza e desejo sinceramente que esse " aperto de mão" surja e com ele o sorriso luminoso agora adormecido. Não percas a esperança, amiga! Um beijinho carregadinho de carinho.
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Olá Camila,

    A vida tem este misto de emoções....umas de alegria, outras de tristeza. No Janeiro ou no Agosto. Todos os meses são estradas da mesma direção....algumas bifurcações e é sempre nessas que temos de ter mil cuidados.

    Um bom ano com muita esperança e felicidade
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Um beijinho grande e que passe rápida esta fase dolorosa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Minha querida

    A saudade vai ficar para sempre...o tempo não a apaga mas vai ficando mais suave.

    Um beijinho carinhoso
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  6. Olá! Queria só pedir para visitar o meu blogue e que deixe a sua opinião. Se gostar, partilhe-o pelos seus leitores :)
    http://umbrindeafrustracaodacondicaohumana.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Evocar Janeiro, para muitos é o princípio.
    Só que, por vezes ele é o fim.

    Beijinho para si!

    ResponderEliminar
  8. Força, Camila! Após o inverno, volta a primavera... e haverão de reflorir os jardins de nossas almas. Fica bem, amiga!

    ResponderEliminar
  9. *
    querida amiga,
    ,
    certamente que a tua reacção,
    é filha dos valores que te incutiram,
    bem hajas,
    ,
    recordei, o poeta Armando Neves,
    ,
    a Mãe aos Filhos dá beijos,
    o Pai, muitas vezes sem os beijar,
    dá-lhes mais beijos que ela !
    ,
    escuta,
    vê se puderes o Video:
    Tino Ferreira - Amor de Pai,
    não é um fado pimba,
    sãos os sentimentos de um grade Poeta,
    cantados pela voz fadista de Tino Ferreira !
    ,
    conchinhas de estima,
    deixo,
    *

    ResponderEliminar
  10. Minha querida,
    A tua suave e belissima poesia o teu lindo viver a vida com todos os cambiantes fazem alta a este diário
    sombrio. Que tudo esteja bem contigo, Camila.
    Te espero com saudads
    beijinho

    ResponderEliminar
  11. Querida Camila:
    Imagino o que esteja a sentir.Perder o nosso esteio deve ser muito doloroso e ver o sofrimento da nossa mãe pior ainda.Mas...é a vida.Um dia,todos nós,uns mais tarde outros mais cedo, vão passar pelo mesmo.Que Deus a sustenha nos seus braços,bem como à sua mãe.Sinto muito.
    Um grande abraço da
    Beatriz http://pegadasdeanjo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Passamos por tantos momentos dolorosos, tristes, que às vezes pensamos que podemos superar... Tenha a certeza, que a saudade permanece mas dias floridos ainda virão...afinal, a vida continua...

    Um abraço, Camila.

    ResponderEliminar
  13. Ola Camila,

    Pra mim mês de janeiro também é dolorido,perdi minha mãe.
    Deus sempre dá o conforto ao nosso coração, mais a saudade sempre fica doída.
    A foto é encantadora. Adoro jardins.
    Depois de um tempinho ausente do blog estou de volta.Já tem postagem nova.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!

    Refletindo com a Smareis---Clique Aqui----

    ResponderEliminar
  14. Vim ver se havia novidades...


    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  15. Olá Camila,

    Espero que esteja tudo bem amiga. Já sinto saudades.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Cmila: tenho saudades da sua voz poética.
    Quando a posso novo ouvir?

    ResponderEliminar